O Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR) de Realeza, reuniu os beneficiados no programa Crédito Fundiário para reunião de aprovação de habilitação na aquisição de áreas no município e região. O encontro aconteceu na Casa da Cultura Professor Antonio Baccin.
Foram 72 inscritos, 43 que irão adquirir áreas no município e 37 que irão adquirir áreas em municípios vizinhos.
Quem irá investir em Realeza, deve levar a documentação solicitada na reunião, nas segundas-feiras e terças-feiras na Emater, junto a Secretaria Municipal de Agricultura na Prefeitura. Os demais, devem ir ao município onde irão investir e receberão informações sobre a documentação necessária.
Após a confirmação da documentação é agendado com responsáveis da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (SEAB) do Paraná para fiscalizar as áreas que serão adquiridas, e posteriormente o crédito é aprovado e liberado no Banco do Brasil.
De 2006 a 2010 foram liberados R$ 3.529.000,00 para aquisição de áreas no município de Realeza, através do Crédito Fundiário, sendo 48 projetos aprovados, entre 5 a 12 hectares. Deste valor, de 2006 a 2008 foram 15 beneficiários, recebendo R$ 40.000,00 cada, total de R$ 600.000,00. A partir de julho de 2009 a 2010 foram 33 projetos aprovados, 22 liberados para compra da área, e 11 que aguardam liberação, cada um recebeu R$ 80.000,00.
Participaram da reunião, e compõem a diretoria do CMDR, o presidente da entidade Francisco Lima (Chico Porto), gerente do Banco do Brasil Elondir Biazibetti (Mano), vereador e extensionista da Emater Jayme Taube (Canjica), Engenheiro Agrônomo da DM Projetos Adenilson Cagol, secretário da agricultura Maicon Dal Molin, extensionista da Emater Odir Basso, presidente do Sindicado dos Trabalhadores Rurais Maria Luiza Netto, presidente da CLAF Realeza Jeocemir Bortolotto, e a presidente da COOPAFi Realeza Janete Rottava. Compõe também o CMDR várias entidades ligadas a agricultura familiar.
fonte: (http://www.liberalonline.com.br)