DEPARTAMENTO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARANÁ
DIVISÃO POLICIAL DO INTERIOR
19ª SUBDIVISÃO POLICIAL DE FRANCISCO BELTRÃO
DELEGACIA DE REALEZA
Na manhã de quinta  feira  (07/04/2011), esta Delegacia de Polícia recebeu uma ligação informando que estava ocorrendo um roubo à mão armada na empresa Ladobrasil Logística e Transporte Ltda, localizada na Pr-182,  s/n, nesta cidade de Realeza.

Imediatamente os Investigadores VALDECIR DILMAR BALZAN e VALDIR ALBERTO KRIEGER se deslocaram até o local.
Chegando na empresa, os Investigadores visualizaram o assaltante (posteriormente identificado GILSON DOS SANTOS), que estava em uma das salas da empresa, juntamente com a vítima (funcionária da empresa).
O Investigador BALZAN, ao se deparar com a situação, deu a seguinte voz de comando : “Parado, Polícia”. Neste momento GILSON sacou uma arma de fogo (revólver) da cintura, momento em que BALZAN efetuou 02 (dois) disparos de arma de fogo contra o assaltante, que imediatamente caiu ao chão, tendo sido alvejado em local não letal.
A arma de fogo do assaltante estava municiada com 05 cartuchos intactos, além dele  estar com mais 15 cartuchos intactos no bolso dele.
Em buscas na roupa do assaltante, foi encontrado grande quantia em dinheiro, que acabara de subtrair da empresa.
Foi acionada a Defesa Civil, que o transferiu para o Hospital São Francisco, em Francisco Beltrão.
GILSON possui passagens policiais por HOMICÍDIO, ROUBO, FORMAÇÃO DE QUADRILHA e TRÁFICO DE DROGAS, sendo foragido da Justiça do Rio Grande do Sul.
GILSON foi autuado pela prática de TENTATIVA DE HOMICÍDIO QUALIFICADO com relação ao Investigador Balzan, e TENTATIVA DE ROUBO  QUALIFICADO contra a empresa.
Segundo o Delegado de Realeza, MATHEUS ARAUJO LAIOLA, “essa foi mais uma atuação da Polícia Civil de Realeza, mostrando que aqui na nossa região 'bandido não se cria'. Aqui atuamos com todo o rigor contra os bandidos. Só assim que vencemos essa 'batalha' contra a criminalidade. Enquanto tivermos Investigadores como esses que arriscam a vida para proteger a sociedade, certamente que a população só tem a ganhar”.