Na tarde de ontem (13/12/2011), a Polícia Civil de Realeza prendeu VALMIR RODRIGUES pela prática de um homicídio acontecido no final de semana, além de CLAUDIR MARTINS DA SILVA MOURA por comunicação falsa de crime.

Na noite do último domingo, na comunidade da Linha Vila Nova, interior de Realeza, houve um homicídio, onde CELSO ANTUNES foi morto com golpes de faca.
O autor do homicídio, VALMIR RODRIGUES, vulgo “Braquiara”, empreendeu fuga.
Diante da ocorrência, os policiais da Delegacia de Realeza começaram a realizar diligências visando estabelecer como o crime se deu, e na data de hoje o Delegado da comarca, MATHEUS ARAUJO LAIOLA, representou pela Prisão Preventiva do homicida.
Na tarde de hoje, foi dado cumprimento ao mandado de prisão e VALMIR encontra-se recolhido na Carceragem da Delegacia de Realeza.
VALMIR confessou a autoria do crime.
Ele já possui antecedentes criminais pela prática de outro homicídio.
Se condenado, VALMIR poderá pegar até 30 anos de prisão.
Ainda na tarde de hoje, compareceu na Delegacia de Realeza a pessoa de CLAUDIR MARTINS DA SILVA MOURA, de 27 anos, morador da cidade de Capitão Leônidas Marques, contando que havia sido vítima de Roubo em Realeza, tendo uma pessoa lhe ameaçado com uma faca, subtraindo a quantia de R$ 320,00 em dinheiro.
Imediatamente os Investigadores realizaram diligências visando investigar o crime, e, após, constatou-se que CLAUDIR tentou enganar a Polícia.
De suposta vítima, CLAUDIR passou a ser tratado como investigado pela prática do crime de Comunicação Falsa de Crime.
Durante a investigação, CLAUDIR acabou por confessar que não foi vítima de Roubo, e sim que gastou toda a quantia que tinha do dinheiro e estava com receio de sua esposa ficar sabendo.
Foi dado voz de prisão à CLAUDIR pela prática do crime de COMUNICAÇÃO FALSA DE CRIME.
Se condenado, CLAUDIR poderá pegar até 06 meses de prisão.