Em julgamento realizado no Fórum da Comarca de Francisco Beltrão nesta quinta-feira (26/01), o réu Claudi de Moraes, 29 anos, foi condenado há 05 anos em regime semi-aberto.

Claudi participou em um homicídio registrado em Francisco Beltrão no final de 2010, quando foi vítima Jair Vogt, morto a golpes de extintor. O júri foi presidido pela Juíza di Direito da Comarca de Francisco Beltrão, Sandra Dal´Molin, na acusação esteve o promotor Fabrício Trevisan de Almeida e na defesa do réu o advogado Eduardo Savarro.
O outro envolvido no crime é Valdecir dos Santos, 25 anos, que deve ser julgado nos próximos meses.
fonte: (http://www.diariodainformacao.com.br)