Um homem foi preso em Realeza nesta terça-feira (28/02), acusado de estelionato e falsa identidade. Glademir Joaquim dos Santos, 40 anos, esteve na Apae identificando-se como profissional para limpeza de fogão e bebedouro.

Nesta terça-feira, após prestar o serviço, emitiu uma nota fiscal que tinha furtado de uma empresa de informática em Ibema, na região oeste do Paraná. Desconfiada, a vítima acionou a Polícia Civil que conduziu o suspeito à delegacia, onde foi confirmada a fraude. Além da nota fiscal furtada, o suspeito apresentou um CPF falso em nome de Wendel Wagner Martins Nogueira.
A identidade falsa foi usada por ele também no hotel onde estava hospedado na cidade. Conforme o delegado Matheus Araujo Laiola, Glademir já esteve preso duas vezes por furto, além de responder por lesão corporal e ameaça. Dessa vez foi autuado por tentativa de estelionato e falsa identidade. Glademir permanece recolhido junto a Carceragem Temporária da Delegacia de Realeza, aguardando decisão judicial.
fonte: (http://www.diariodainformacao.com.br)