A vividense Anna Zimmermann, que está estudando medicina veterinária na Universidade de Santa Maria, escapou sem ferimentos, do incêndio na boate Kiss. Ela estava na área vip da boate, que fica próxima da porta, e conseguiu sair a tempo. Anna passou por avaliação médica, onde foi constatado que a fumaça não comprometeu sua saúde.

Na manhã desta segunda-feira (28), Anna foi ao velório de amigos que perdeu na tragédia. Em contato com a reportagem da Rádio Vicente Pallotti, de Coronel Vivida, a jovem disse estar ainda muito abalada psicologicamente e preferiu não falar sobre o assunto.
A mãe de Anna, Delvane Zimmermann foi ao Rio Grande do Sul dar apoio à filha e aos amigos. Delvane publicou em sua rede social um agradecimento aos amigos que se preocuparam com a filha: “Gostaria de agradecer os inúmeros telefonemas de pessoas preocupadas com minha filha Anna Zimmermann, que estava na boate, mas graças a Deus ela está bem, mas estamos comovidos com os familiares das vítimas que estavam na boate, muitos amigos e conhecidos nessa tragédia. Que DEUS conforte os corações desses familiares. Vou a Santa Maria, ver minha filha que está emocionalmente muito abalada, mas dos males o menor. Graças a Deus.”
Outro vividense em Santa Maria, também estudante de medicina veterinária é Tiago Marsaro. Em entrevista contou que não foi para a boate, pois já havia uma festa a fantasia da turma, organizada pelo comitê de formatura, e não tinha como faltar e nem como transferir. Se não fosse isso, ele poderia estar na boate e seria mais uma vítima da tragédia. Assim como esses vividenses, muitos outros jovens sudoestinos estão em Santa Maria, mas não se feriram.
fonte: (www.noticiaspoliciais.com.br)