A pergunta que dezenas de estudiosos da engenharia de alimentos volta e meia fazem é: Por que hambúrgueres da McDonald não estragam?O segredo dos fast foods  não é novidade para ninguém.
Todos supomos que os conservantes são os grandes responsáveis por manter permanentemente a forma  dos hambúrgueres da maior rede de lanchonetes do mundo. Até aí, tudo bem, mas, como podem ser assim tão poderosas essas substâncias a ponto de manter intacta por anos a carne “bovina”. O natural é que, após alguns dias  ou meses o matéria orgânica de que é feito o hambúrguer apodreça.

A pesquisadora Len Foley foi bem mais longe que imaginávamos, recolhendo hmbúrgueres durante 19 anos, o que resultou em um vídeo de muito sucesso: “A Biônic Burguer”. Depois de todo esse tempo, o alimento permanecia igual ao dia em que foi feito. Já Karen Hanrahan conservou os hambúrgueres por 12 anos e descobriu que ele não se decompõe, apesar de ficar mais seco e com um cheiro estranho, segundo ela. Uma terceira mulher, Sally Davies, também “experimentou” os hambúrgueres McDonald. A fotógrafa nova-iorquina documentou durante 145 dias que o McDonald continuava fresco, apesar de duro como uma rocha, declarou para o “The Daily mail”.

Mas por que os produtos da McDonald não se comportam como os de outras redes de fast food?  Segundo Foley, a culpa são dos pesticidas descobertos pelos especialistas da Food and Drug Administration, EUA. Entre eles, estão: clorofórmio, xyleno, sterene, riboflavina, sódio estearoll, lactilato de sódio, clorotolueno e até DDT, produzido pela Monsanto.

Quer outro motivo pra deixar de comer o campeão de vendas rede, o Big Mac? Então toma essa: O Big Mac do Brasil está entre os mais caros do mundo, conforme levantamento divulgado em julho deste ano pela revista “The Economist”. De acordo com o índice Big Mac, o Brasil ocupa a quinta posição, praticando o preço de US$ 5,28 (cerca de R$ 12), valor 15,78% acima do que é cobrado nos Estados Unidos (US$ 4,56, cerca de R$ 10,35). Já na versão que leva em conta o preço médio do sanduíche nos países e o PIB per capita de 37 nações, incluindo a zona do euro – o Brasil estaria no topo do ranking com o sanduíche mais caro do mundo!

E então, vai continuar deixando seu dinheiro nesta fábrica de veneno? Gosta mesmo de um bom lanche? Compra carne moída e experimenta fazer o seu próprio hambúrguer em casa. Qualquer iniciante na cozinha tem capacidade suficiente para isso. Você não vai querer saber de outro sanduíche!